Cinema # 002

Mais um filme mais uma viagem, desta fez uma nova incursão no espectro hipnotico do mestre Ferrara. O filme é Mary, que na tradução portuguesa a respectiva, Maria Madalena. O último filme de Abel Ferrara que vi foi o X´mas, uma longa-metragem hipócrita sobre o espírito natalício. Mas ficarei pelo Mary, com o obvio respectivo Maria Madalena. Os planos do filme são coerentes, tem bons jogos de luz e de movimento. A direcção de actores é inconstante ou inconsequente, embora não tenha noção de que isso aconteça de forma negligente. A música é leve, despercebida e invisível. O que achei mais interessante foi o argumento. É de facto muito complexo, mas amplamente sugestivo. É um exercício de retórica bestial, abrindo sempre janelas nas portas. Questiona, empurra a questionar o mais crédulo questionamento sobre o Cristianismo. Mais não digo, vão ver, para poderem dizer.

0 bitaite(s) sobre “Cinema # 002”

Enviar um comentário

Procura aí

Esbloga-mos fm

Estão a esblogar

Já esblogaram



XML

Get Firefox!
 Use OpenOffice.org
Get Amsn!