O Manuel do costume...

Confesso que este indivíduo já me começa a enervar…
Não me surpreende ver incompetentes nos ministérios, até porque os temos tido a granel.
Não me surpreende ver saudosistas no governo, porque também os temos tido.
O que me surpreende é a capacidade de acumular a burrice com tudo isto…
E surpreende-me, também, que ainda saiam em defesa dela…
Enfim…
Mas, diz o tal Pinho, que existem 5 razões para a china investir em Portugal…
(É fantástica a capacidade de quantificação exacta…)
Então, são elas:
- O facto de Portugal estar inserido na União Europeia (UE) e ter relações privilegiadas com o Brasil e os países africanos;
- Onde há mais segurança que em outros países da UE e estabilidade política;
- Somos um País competitivo em termos de custos, nomeadamente os custos salariais são mais baixos que a média da União Europeia;
- A boa rede de infra-estruturas, como transportes e portos;
- A grande aposta na modernização.
Mas o que é isto?
O que é esta porcaria?
Portugal está inserido na União Europeia…
Mas esqueceu-se dos outros vinte e tal?
Temos relações privilegiadas com o Brasil e os países Africanos…
Ai temos?
E já agora, o que é que a china ganha com isso?
Ganha um intermediário?
Onde há mais segurança que em outros países da EU e estabilidade politica…
Ai agora entramos no esquema do “a minha é maior do que a tua”?
Estabilidade politica?
Mas em que sentido?
No sentido de nos últimos (recentes) anos termos tido 4 primeiros-ministros?
Boa rede de infra-estruturas, como transportes e portos…
Mas este indivíduo tem a noção do que são boas redes de infra-estruturas?
E bons transportes?
E bons portos?
A grande aposta na modernização…
Ai o senhor vai à china, dizer que nós é que apostamos na modernização?
E já agora, apostar na modernização será o Simplex?
Ou a Internet de banda larga?
E agora, a cereja em cima do bolo:
Os baixos salários como factor de competitividade…
Eu nem sei se é preciso fazer comentários a esta afirmação…
Mas num país em que dizemos que a nossa industria têxtil está nas ruas da amargura, devido aos baixos salários praticados na china, e vai para lá dizer que isso é um factor de competitividade?
Com base nisso, vi uma crónica que aqui fica parte dela:
"O problema é outro. Manuel
Pinho sabe que qualquer
projecto empresarial sério
só pode ser de longo prazo.
E se o Governo calcula que
dentro de uma década os
nossos salários ainda vão ser
baixos, mente quando promete
que aos sacrifícios a que
hoje nos obriga se seguirão
melhores dias. Mas se está
sinceramente convencido
de que a retribuição do trabalho
vai melhorar em Portugal,
então foi à China mentir
aos chineses
."
por Alexandre Pais, in Destak, pag 3, rúbrica Bloco de notas
Por fim, expresso o meu desejo de ver Portugal livre de indivíduos como este Pinho.
Pode ser que ele fique por lá…
Coitados dos chineses…
É melhor não…
Que venha para cá que existem mais iguais, que até governam e tudo.

1 bitaite(s) sobre “O Manuel do costume...”

  1. # Blogger fa

    O problema não é do ministro nem das suas declarações.

    O problema é este governo e quem o suporta e quem o coloca lá. Porque o que ele disse é a verdade (baixos salários e pouca contestação social) o problema não é ele declarar que isso são vantagens competitivas mas sim o facto do governo usar estas condições como factor de competitividade enquanto anda a apregoar o contrário, no muito católico - o que deres agora recebes a dobrar no céu, que temos de fazer esforços para termos um futuro melhor.  

Enviar um comentário

Procura aí

Esbloga-mos fm

Estão a esblogar

Já esblogaram



XML

Get Firefox!
 Use OpenOffice.org
Get Amsn!