Tesourinhos Deprimentes da TV Japonesa



Nos anos 90 a NHK (Tv Japonesa) apostou na educação. O video que aqui vós trago combina fitness com aquelas expressões que qualquer turista deveria saber.

Descaradamente roubado do blog do TR.

Zeca Afonso

"Há aqueles que lutam um dia; e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam muitos dias; e por isso são muito bons;
Há aqueles que lutam anos; e são melhores ainda;
Porém há aqueles que lutam toda a vida; esses são os imprescindíveis."

Foi a 12 de Fevereiro de 1931



Começa a publicação clandestina do Avante, orgão central do Partido Comunista Português.

Cultura democrática...

A boçalidade não tem limites v2.0


Escuta minha mãe…


«NÃO MATARÁS» (Ex. 20-13)


Posso não ser «menino», mas sou VIDA!

Sou VIDA que começa, por meu mal!
Tem piedade, tem minha mãe querida,
não sejas assassina pré-natal!

Matar, a Deus pertence, minha mãe,
e eu não quero morrer!... Que mal te fiz!...
Antes de ser gerado!... Antes, também,
Não fosses tu gerada, ó infeliz!...

Escrito e claro está: «NÃO MATARÁS»,
e Moisés legislou acerca do aborto (*)
(se abrires a tua bíblia lá verás);

esta «coisa», portanto, tal qual é,
PELO TEU QUERER SERÁ TEU FILHO MORTO!!!
Minha Mãe, minha mãe… tu, não tens fé!...

(*) Êxodo, 21-22, 25

PS.Este folheto «informativo» foi distribuído na Covilhã, deixado no pára-brisas dos automóveis.

O que é que isto quer dizer?



In "O Público", 05-02-2007, Pag. 10

Sempre quero ver se há comentários...


in "O público", 05-02-2007, Pag. 9

Sieg Heil...


Foto de jardim, in "O público", 05-02-2007, pag. 8

O que eu chamo de desonestidade intelectual...


in "O Público", 05-02-2007, pag. 5, artigo de Graça Franco

Mas será que a Sr.a tem andado desatenta às propostas do PC, na pessoa do Sr. Jerónimo de Sousa?
Ou foi um reflexo de algo?

Está pronta para as curvas...

... e para as rectas e para as descidas, para as subidas é que tenho mais dúvidas.

Pareceu-me justo...



0 - 0

O Manuel do costume...

Confesso que este indivíduo já me começa a enervar…
Não me surpreende ver incompetentes nos ministérios, até porque os temos tido a granel.
Não me surpreende ver saudosistas no governo, porque também os temos tido.
O que me surpreende é a capacidade de acumular a burrice com tudo isto…
E surpreende-me, também, que ainda saiam em defesa dela…
Enfim…
Mas, diz o tal Pinho, que existem 5 razões para a china investir em Portugal…
(É fantástica a capacidade de quantificação exacta…)
Então, são elas:
- O facto de Portugal estar inserido na União Europeia (UE) e ter relações privilegiadas com o Brasil e os países africanos;
- Onde há mais segurança que em outros países da UE e estabilidade política;
- Somos um País competitivo em termos de custos, nomeadamente os custos salariais são mais baixos que a média da União Europeia;
- A boa rede de infra-estruturas, como transportes e portos;
- A grande aposta na modernização.
Mas o que é isto?
O que é esta porcaria?
Portugal está inserido na União Europeia…
Mas esqueceu-se dos outros vinte e tal?
Temos relações privilegiadas com o Brasil e os países Africanos…
Ai temos?
E já agora, o que é que a china ganha com isso?
Ganha um intermediário?
Onde há mais segurança que em outros países da EU e estabilidade politica…
Ai agora entramos no esquema do “a minha é maior do que a tua”?
Estabilidade politica?
Mas em que sentido?
No sentido de nos últimos (recentes) anos termos tido 4 primeiros-ministros?
Boa rede de infra-estruturas, como transportes e portos…
Mas este indivíduo tem a noção do que são boas redes de infra-estruturas?
E bons transportes?
E bons portos?
A grande aposta na modernização…
Ai o senhor vai à china, dizer que nós é que apostamos na modernização?
E já agora, apostar na modernização será o Simplex?
Ou a Internet de banda larga?
E agora, a cereja em cima do bolo:
Os baixos salários como factor de competitividade…
Eu nem sei se é preciso fazer comentários a esta afirmação…
Mas num país em que dizemos que a nossa industria têxtil está nas ruas da amargura, devido aos baixos salários praticados na china, e vai para lá dizer que isso é um factor de competitividade?
Com base nisso, vi uma crónica que aqui fica parte dela:
"O problema é outro. Manuel
Pinho sabe que qualquer
projecto empresarial sério
só pode ser de longo prazo.
E se o Governo calcula que
dentro de uma década os
nossos salários ainda vão ser
baixos, mente quando promete
que aos sacrifícios a que
hoje nos obriga se seguirão
melhores dias. Mas se está
sinceramente convencido
de que a retribuição do trabalho
vai melhorar em Portugal,
então foi à China mentir
aos chineses
."
por Alexandre Pais, in Destak, pag 3, rúbrica Bloco de notas
Por fim, expresso o meu desejo de ver Portugal livre de indivíduos como este Pinho.
Pode ser que ele fique por lá…
Coitados dos chineses…
É melhor não…
Que venha para cá que existem mais iguais, que até governam e tudo.

Ontem faltou-nos um assim

E isto, também é matar uma vida???



Diz que é uma espécie de incoerência

Cálice

Enquanto cá certas bestas querem desenterrar ideias mortas e que mataram um país, vale a pena ver este vídeo de um concerto do Chico Buarque e Gilberto Gil realizado em 1973 em São Paulo

A música Cálice foi considerada subversiva pelos órgãos da ditadura militar, sendo cantada com a letra modificada, mas apesar disso o microfone do Chico Buarque foi desligado.

A boçalidade não tem limites

«Carta à minha Mãe» foi enviada aos pais nas mochilas das crianças. É um bebé, que não chegou a viver, porque «uma faca» surpreendeu-o. Jardim de infância, ligado à igreja, distribuiu panfleto. Objectivo é «informar»

«Querida mamã:


Apesar de tu não teres querido que eu nascesse, não posso deixar de chamar-te “mamã”.

Escrevo-te do mundo do além, para te dizer que estava muito feliz quando comecei a viver no teu seio…Eu desejava nascer, conhecer-te…E pensava que um dia seria uma criança muito alegre. Sonhei poder ir à escola e chegar a ser um homem importante…Eu acreditava que, quando se completassem os nove meses de estar juntinho ao teu coração e nascesse, todos lá em casa iriam alegrar-se com a minha chegada.

Mas tu não pensavas como eu – não é verdade, mamã?... – E um dia, quando estava tão feliz a brincar no mais íntimo das tuas sagradas entranhas, senti algo muito estranho, que não saberia como explicar: algo que me fez estremecer. Senti que me tiravam a vida!... Uma faca surpreendeu-me quando eu brincava feliz e quando só desejava nascer para te amar.

Naquele momento, não compreendi quem me estava a tirar a vida…

Diz-me, mãe: - quem poderia entrar cruelmente dentro de ti e chegar onde, com tanta segurança, eu me encontrava, a fim de matar-me? Quem é que sabia que eu estava lá?... Quem foi mamã?

Não sei o que cheguei a pensar… Perdoa-me, mas por um momento a dúvida passou pela minha cabeça e acreditei que só tu o poderias ter feito. Perdoa-me este mau juízo. Como poderia eu imaginar que uma mãe fosse capaz de matar o seu filho quando, em casa, não estorvam nem o gato, nem a televisão?

Agora, mamã, sei tudo… Estou aqui no outro mundo e um companheiro que teve a mesma sorte que eu, disse-me que sim, que fostes tu… Disse-me que há mães que matam os filhos antes de nascerem.

Mãe, como fostes capaz de matar-me?... Como foi possível que tivesses feito tal coisa contra mim? Por acaso pensavas comprar uma máquina de lavar ou um aspirador, com os gastos que talvez eu te iria causar? O mau conselho que te deram, escutaste-o antes de ouvir o teu coração.

Como consentiste que me cortassem aos bocados, me atirassem para um balde?

Tinha tantas ilusões… tiraste-mas todas. Pensava poder vir a ser um bom engenheiro ou um sacerdote ou um santo… Poderia ter sido um bom filho e ser um bom pai, mas tu negaste-me tudo…

Sabes uma coisa, mamã? Ontem estive a falar com Deus e pedi-lhe que por favor me esclarecesse tudo acerca da verdade da minha morte. Ele abraçou-me com muito carinho e disse-me muitas coisas… As mesmas que sempre esperei escutar dos teus lábios, quando esperava que, um dia, me embalassem nos teus braços. Disse-me que só Ele é o Senhor da vida, e que ninguém tem o direito de a tirar. Olha, mamã, já me ia a esquecer de que Ele me disse que terás de Lhe dar contas do que fizestes! Dos meus olhos caíram torrentes de lágrimas e de saudade.

Mamã, antes de me despedir de ti, peço-te um favor: Que esta carta que te escrevo, a dês a ler às tuas amigas e futuras mães, para que não cometam o monstruoso crime que tu cometeste.

Envio-te o carinho que desejaria ter-te dado em vida… E peço-te que te arrependas daquilo que fizeste ao teu filho, que nunca nasceu.»


fontes:
Portugal Diário
Sim no Referendo
Diário Ateísta
Faz-te ao Largo


Procura aí

Esbloga-mos fm

Estão a esblogar

Já esblogaram



XML

Get Firefox!
 Use OpenOffice.org
Get Amsn!