Grândola, vila morena

Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade

1 bitaite(s) sobre “Grândola, vila morena”

  1. # Anonymous Ernesto Serna

    Gostaria de deixar aqui, outros bons exemplos de Grândolas, que ainda continuam a acreditar na verdadeira democracia, e no verdadeiro projecto de sociedade:
    - Aljustrel;
    - Cuba;
    - Mértola;
    - Serpa;
    - Alandroal;
    - Arraiolos;
    - Montemor-o-Novo;
    - Mora;
    - Portel;
    - Viana do Alentejo;
    - Avis;
    - Alpiarça;
    - Alcácer do Sal;
    - Barreiro;
    - Moita;
    E como estes, outros exemplos hão-de vir.
    Jerónimo avança, com toda a confiança!!!  

Enviar um comentário

Procura aí

Esbloga-mos fm

Estão a esblogar

Já esblogaram



XML

Get Firefox!
 Use OpenOffice.org
Get Amsn!