Agora, como antes...


UM DISCURSO ANTI-COMUNISTA NA ASSEMBLEIA NACIONAL EM 1959- André Navarro- responsável do Estado Novo. Navarro foi deputado, governante e dirigente da Legião Portuguesa.

“Têm-se imiscuído esses perniciosos agentes das forças internacionais comunistas e maçónicas no seio do honrado e devotado funcionalismo técnico e administrativo do Estado e das organizações corporativas e também ainda em algumas empresas privadas, especialmente - e parecerá esta verificação um contra-senso - naquelas que melhor vêm remunerando o seu pessoal, lançando e espalhando, sistematicamente, aleivosias e boatos, de mistura com anedotas de finalidade preconcebidamente demolidora; levam a cabo vasta acção psicológica, criando um clima de incertezas susceptível de provocar as fugas do capital, desviando este de investimentos de maior risco, anos de maior improdutividade, para outros mais seguros mas de menor interesse social; procuram também nos locais, de trabalho - escolas, oficinas e campos - provocar perturbações, dissídios e desordens e ainda movimentos precipitados de natureza reivindicativa; (...)
Levam mesmo a cabo, quando o ambiente é propício, acções subversivas de vária índole, como aquelas a que assistimos no decorrer do período eleitoral de Maio-Junho de 1958, seguidas pela vaga de greves de natureza política que surgiram em diferentes regiões do País (...)
Tudo processos, em suma, para criar climas de agitação e situações emocionais das massas favoráveis aos seus desígnios estratégicos e tácticos.
Eis, em suma, a ofensiva a que estamos assistindo, ofensiva de uma guerra fria movida pelo império moscovita nos mais variados campos, concebida por diabólicos e hábeis estratagemas.”

UM DISCURSO ANTI-COMUNISTA NA COMUNICAÇÃO SOCIAL EM 2007- José Sócrates- Primeiro Ministro Português.

"À espera do primeiro-ministro estava também o dirigente da Fenprof Mário Nogueira, que queria entregar uma carta ao governante. Mas José Sócrates acusa: "O Partido Comunista agora aprendeu isto, onde quer que eu vá tem uma manifestação à minha espera. E confundem o direito à manifestação com o direito ao insulto", afirmou, adiantando que o PCP não aprendeu nada nos últimos anos."

Artigos daqui e daqui

Etiquetas:

0 bitaite(s) sobre “Agora, como antes...”

Enviar um comentário

Procura aí

Esbloga-mos fm

Estão a esblogar

Já esblogaram



XML

Get Firefox!
 Use OpenOffice.org
Get Amsn!